heroesmaker_entrevista_post12_img1

 

Guia para Introvertidos: como superar entrevistas e reuniões de trabalho

Dicas rápidas e exercícios práticos para superar o medo de falar em público.

A comunicação é uma grande aliada na hora de enfrentar desafios como uma entrevista de emprego ou uma reunião importante de trabalho. Ela não só permite você expressar aquilo que pensa, mas transmitir uma série de mensagens importantes para o crescimento da sua carreira, como confiança e capacidade de realização.

Mas a realidade demonstra um outro grande desafio. Cada vez que pensamos em falar em público ou nos submeter à aprovação de outras pessoas, sentimos um medo irracional, um frio no estômago, taquicardia ou outros sintomas nada agradáveis.

Faça um resumo por escrito

O primeiro passo para estabelecer uma comunicação confiante é dominar o tema que desejamos comunicar com bastante profundidade.

Em uma entrevista, precisamos dominar o nosso histórico profissional, mas também algumas informações úteis da empresa contratante. Já na reunião de trabalho, você deverá saber previamente os tópicos que serão tratados e ter bem preparado aquilo que deseja transmitir.

Mesmo que não seja preciso uma apresentação formal estilo Powerpoint, faça um esquema por escrito daquilo que você deseja comunicar, com um resumo para cada tópico. Algo simples e que te ajude a organizar a informação e controlar a ansiedade minutos antes.

Treine com o espelho, amigo ou familiares

Você não precisa memorizar o texto, mas é importante se sentir cômodo com as palavras que necessita comunicar. E a melhor forma de adquirir essa confiança é a base de treino. Comece pelo espelho, falando só com você mesmo.

Exercite o tom de voz e as pausas necessárias para cada palavra ou expressão complicada. Treine também as expressões faciais e o modo de gesticular, tudo que te ajude a adquirir mais segurança e tranquilidade.

Por último, peça ajuda a um familiar ou amigo para servir de interlocutor. Repita sua apresentação para esta pessoa em diferentes formas e veja qual se sente mais à vontade. Perceba a reação espontânea dessa pessoa a cada informação que você oferece e vá ajustando o tom para garantir a máxima atenção.

Observe as pessoas e copie modelos

Durante nosso convívio social, nós interpretamos muitos papéis. Que não são necessariamente diferentes daquilo que você é, mas são complementares. Não nascemos com toda essa variedade armazenada, mas vamos acumulando ao longo da nossa caminhada, observando nossos pais, professores, colegas, amigos e tantas outras referências importantes que cruzam nosso caminho.

 

| VEJA TAMBÉM: Crie um Super Currículo Grátis, com Design Profissional |

 

E estamos em constante construção! Por isso, se em determinado momento você sentir que falta referência para atuar em determinado lugar ou ocasião, continue buscando modelos para se espelhar. Se você não sabe como gesticular em uma conversa em público, por exemplo, observe como fazem profissionais que estão constantemente falando em público, como jornalistas e professores. E copie aquele modelo ou modelos que se adaptam melhor a você.

Trabalhe a respiração

No dia da sua entrevista ou reunião, é normal que a ansiedade aumente. Mesmo que você tenha preparado tudo com muita perfeição. Nesse dia, o importante é manter essa ansiedade controlada, de modo que não atrapalhe seu desempenho.

E a respiração é um ponto chave desse controle emocional. Com a ansiedade, a respiração pode acelerar ou pode paralisar, te dando a sensação de sufocamento e aumentando seu estado de pânico.

Um exercício simples de controle da respiração é inspirar lentamente e profundamente o ar e expirar ao mesmo tempo que os ombros “caem” relaxadamente. Outro exercício, para casos mais graves, é inspirar e expirar rapidamente dentro de um saco de papel 4 ou 5 vezes seguidas. A hiperventilação e o consumo de maior quantidade de dióxido de carbono irá diminuir sua agitação imediatamente.

Auto – diálogo positivo e construtivo

O medo distorce a realidade. Nos faz acreditar que não somos capazes de realizar nada de produtivo, nos conduz por uma cadeia de pensamentos negativos que nos paralisa antes mesmo de iniciar qualquer tentativa.

Não existe fórmula mágica para ativar e controlar o poder da nossa mente. Mas existem exercícios constantes que podem nos ajudar a manter nossa mente mais positiva.

Um deles é conversar abertamente com você mesmo. Um diálogo franco, sem fugir dos pensamentos que te assombram, mas focando no seus objetivos. Por exemplo, quando sua mente te disser “não consigo” ou “vou fazer papel de idiota”, você deve responder “mesmo sentindo estas sensações desagradáveis e esse medo irracional, eu irei executar aquilo que necessito, pois sei o que fazer e como fazer”.

Outro método é ampliar sua perspectiva e pensar qual a importância desse pequeno acontecimento daqui a 5 ou 10 anos na sua vida. Seguramente, terá muito menos relevância do que parece ter agora. Lembre também de outros acontecimentos parecidos do seu passado e como hoje são tão insignificantes.

E o mais importante: não espere melhorias instantâneas, apenas gradativas. Mesmo aplicando todos os exercícios, o mais provável é que você necessite tempo para conquistar a confiança e tranquilidade para falar em público. Então, o melhor mesmo é ir consolidando pequenas vitórias até alcançar grandes mudanças. Devagar e sempre.

| GOSTOU? Conheça nosso Gerador de Currículos on-line. É fácil e grátis! |

 

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado.Email address is required.